Menu

Itaú, o banco “moderno” que odeia o Bitcoin

0 Comments


untitled-1

O banco Itaú, um dos maiores do Brasil e dos que mais lucram (quase 6 bilhões de reais no segundo trimestre deste ano), tenta vender uma imagem de banco moderno, ligado nas mudanças, conectado, um banco da era da internet. Chegam ao ponto de estilizar, em diversas propagandas, a letra “i”, deixando-a semelhante à uma arroba.

Mas a realidade está muito longe da realidade. Pelo menos para quem negocia bitcoins no Brasil.

Desde o ano passado já surgiram relatos de dificuldades encontradas por exchanges e usuários de bitcoins e que também tem conta no Itaú. Esses clientes passaram a ter suas contas encerradas, com o banco alegando “desinteresse comercial”.

O Bitcoin não é ilegal e pode ser vendido e comprado no país. Não é uma atividade ilícita, tampouco criminosa. O banco Itaú, ao agir dessa forma, está de fato tratando os usuários de bitcoins como criminosos.

Agora, a FoxBit, uma das maiores exchanges da América Latina, está encerrando seus depósitos e retiradas via banco Itaú, que vinham sendo feitos mediante uma parceria com a CoinBR.net

Em e-mail enviado neste domingo, dia 30, à seus clientes, a FoxBit informa que “o Itaú se recusa a abrir uma conta bancária para a FOXBIT, além de realizar o cancelamento de contas de alguns de nossos clientes por motivos desconhecidos.”

Bom, se o Itaú não é um banco com o qual possamos trabalhar, e tem propositalmente dificultado o crescimento e uso do Bitcoin no Brasil, o mínimo que a comunidade pode fazer é encerrar suas contas neste banco hipócrita, que de moderno e “ligado” não tem nada.

Comente!

comentários

1 thought on “Itaú, o banco “moderno” que odeia o Bitcoin”

  1. Douglas disse:

    Eu tive minha conta fechada pelo Itaú com TODO MEU DINHEIRO LÁ!!!! E eles alegam apenas fraude!! Na verdade é uma guerra silenciosa contra o bitcoin! Por favor entre em contato comigo! Precisamos fazer algo a respeito! [email protected]

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *